A Ordem dos insetos Lepidoptera: borboletas e mariposas

Suas cores e formas são de encantar. Venha nessa postagem conhecer algumas das belas e lindas borboletas que talvez você ainda não tenha visto.

Os Lepidópteros


Existem aproximadamente umas 150.000 espécies de borboletas descritas até o momento, das quais 7.000 vivem somente na Europa. Sua distribuição é ampla, ocupando quase todos os lugares que apresentem plantas. Apresentam desenvolvimento e metamorfose completas, caracterizadas pelas suas grandes asas cobertas de escamas, cores vivas, e por uma grande tromba dobrável em espiral.

Fazem parte da ordem Lepidoptera, que significa "asas escamosas". O nome deriva das escamas que caem das asas em forma de pó quando tocadas. Suas larvas ápteras (carecem de asas) e fitófagas (alimentam-se de vegetais) e suas potentes bocas trituradoras fazem com que esta ordem seja, a princípio facilmente identificável. E claro algumas nem cores vivas tem e causam medo em muita gente, mas muitas tem pelos e são bastante perigosas e com cores vivas e belas.

Sua distribuição é ampla, ocupando quase todos os lugares que apresentem plantas. Apresentam desenvolvimento e metamorfose completas, caracterizadas pelas suas grandes asas cobertas de escamas, cores vivas, e por uma grande tromba dobrável em espiral.

As diferenças entre borboletas e mariposas se dividem entre comportamento e anatomia. As mariposas são, em sua maioria, noturnas. Voam e se alimentam à noite. As borboletas, por sua vez, realizam suas atividades durante o dia.

Leia também:

Espécies de borboletas


Agora vamos a algumas espécies de borboletas

Borboleta-soldado (Danaus eresimus)


Imagem de Bishnu Sarangi por Pixabay


A cor da base é marrom fosco, com uma faixa preta salpicada de branco em volta das asas. As nervuras são pretas. Está uma borboleta migratória que vive na Flórida.


Borboleta-monarca (Danaus plexippus)

Pixabay/Domínio Público.

Uma grande e vigorosa borboleta que se estabeleceu em todo o mundo graças ao seu grande poder de dispersão. Seus padrões e cores não variam muito e ela possui as caraterísticas de uma borboleta tóxica. Alimenta-se de plantas que segregam suco leitoso e usa o veneno das plantas para sua própria defesa.

Leia também:

Borboleta-amarela-marmoreada (Colias croceus)


Imagem de Marc Pascual por Pixabay

Uma das mais comuns borboletas amarelas machadas da Europa, reconhecida facilmente pela cor alaranjada. Ela tem atraentes patas e antenas cor-de-rosa. Frequenta flores silvestres dos prados e margens das estradas. É uma poderosa migrante.

Borboleta cobre-orlada-púrpura (Paleochrysophanus hippothoe)


Imagem de Hans Braxmeier por Pixabay

O brilhante macho é coberto de púrpura em volta das bordas e da margem interna da asa posterior. A fêmea apresenta um cobre menos intenso e pontos pretos na asas anterior, com a asas posterior escura com listras alaranjadas. Eles vivem em prados floridos onde procriam.

Leia também:

Borboleta-azul (Polyommatus icarus)


Imagem de kie-ker por Pixabay

O macho possui a parte superior azul-violeta e uma margem branca. A parte superior marrom da fêmea tem uma fileira de machas alaranjadas na margem. A parte inferior é marrom-acinzentada com manchas da asas posterior continuam na asa anterior só na fêmea. Elas apreciam locais abertos ensolarados.

Borboleta-listrada (Calycopis isobeon)



Fonte da imagem: www.butterfliesandmoths.org

Asas anteriores escuras com linhas alaranjadas na parte inferior. Os machos apresentam cor azul prateado na asa posterior. As partes inferiores são bonitas e têm um par de caudas. A borboleta aprecia áreas abertas em florestas secundárias e alimenta-se de folhas mortas e frutos.

Leia também:

Borboleta-cauda-de-andorinha (Iphiclides podalirius)


Imagem de WikiImages por Pixabay

Esta borboleta, quando plana, dá a impressão de estar "voando para trás", pois as compridas caudas  e os falsos-olhos são muito convincentes. Ela frequenta vilarejos floridos e procria em árvores frutíferas.

Borboleta-dama-pintada (Cynthia cardui)


Imagem de kie-ker por Pixabay

A mais difundida das borboletas do mundo e uma vigorosa migrante. É muito uniforme em seus padrões e coloração. Na verdade, há algumas subespécies. Ela procria em uma grande variedade de pantas, inclusive da família da malva e da margarida.

Comentários