A incrível regeneração das esponjas

Os poríferos ou Porífera é um filo do reino Animalia, sub-reino Parazoa, onde se enquadram os animais conhecidos como esponjas.

 http://curiosidadeanimal.bioorbis.org/2018/07/regeneracao-esponjas.html
Uma esponja fora do mar. Pixabay/Domínio Público.

Quem são as esponjas?


Estes organismos são simples, sésseis, podem ser de água doce ou salgada, alimentam-se por filtração, bombeando a água através das paredes do corpo e retendo as partículas de alimento nas suas células.

As esponjas estão entre os animais mais simples, não possuem tecidos verdadeiros pois em sua camada externa e interna as células não apresentam lâmina basal (parazoas), também não apresentam músculos, sistema nervoso, nem órgãos internos. Eles são muito próximos a uma colônia celular de coanoflagelados, (o que mostra o provável salto evolutivo de unicelulares para pluricelulares) pois cada célula alimenta-se por si própria.




Existem mais de 15 000 espécies modernas de esponjas conhecidas, que podem ser encontradas desde a superfície da água até mais de 8000 metros de profundidade, e muitas outras são descobertas a cada dia. O registro fóssil data as esponjas desde a era pré-cambriana (ou Pré-Câmbrico), ou Neoproterozoico.

A regeneração das esponjas




O pequeno grau de diferenciação apresentado pelas esponjas é responsável por um dos mais fascinantes fenômenos a elas relacionados: a regeneração.

Normalmente, mutas esponjas soltam pedaços que prontamente regeneram esponjas inteiras.

O incrível é que mesmo que uma esponja seja amassada e passada numa peneira de malhas finas, ficando completamente fragmentada, ainda assim o que restou acabará formando uma nova esponja.

Comentários