As bactérias e a guerra biológica

Pobres bactérias! Todos sabem que elas são extraordinariamente importantes na natureza.

 http://curiosidadeanimal.bioorbis.org/2018/08/bacterias-guerra-biologica.html
Bactérias. Pixabay/Domínio Público.

Sem elas, a continuidade da vida seria praticamente impossível, uma vez que a reciclagem dos nutrientes minerais depende da decomposição da matéria orgânica por elas efetuada. Outras, ainda, são utilizadas na indústria de transformação de alimentos. 

É de uma minoria, porém, que as pessoas têm mais medo. São as espécies causadoras de doenças, algumas vezes letais. Atualmente, o problema reside no uso de bactérias na chamada guerra biológica.
É o que ocorre, por exemplo, com o Bacillus anthracis, causador do antraz. Normalmente, essa bactéria pode ser encontrada no meio rural, onde afeta animais de criação e causa uma doença conhecida pelo nome de carbúnculo hemático. 

No caso de infecção em seres humanos, ela se manifesta em vários órgãos do nosso corpo, dependendo da via de contaminação. Podem ser afetados a pelo, os intestinos e os pulmões (a forma mais grave).
Evidências se acumulam de que essa bactéria tem sido utilizada, na forma de esporos, para contaminar pessoas, em casos de ataque biológico. Felizmente, existe tratamento com antibióticos específicos, se o diagnóstico for feito precocemente. 

Torcemos para que os homens conheçam a importância das bactérias na natureza e continuem utilizando alguns de seus representantes para a produção de coalhadas, queijos, vinagre e antibióticos e não para se agredirem uns aos outros. Afinal, esse grupo de microrganismos, como um todo, não merece isso.

Para saber mais sobre a Guerra Biológica CLIQUE AQUI.

Para finalizar veja um vídeo do canal Hoje no Mundo Militar, sobre A Guerra Biológica:


Comentários