Adestrando as aves ornamentais

O primeiro passo para tornar sua nova ave em animal de estimação será fazê-la se sentir à vontade. Tente enxergar o mundo através dos olhos dela: está amedrontada, sozinha, e em um ambiente estranho.

 https://curiosidadeanimal.bioorbis.org/2019/04/adestrando-passaros-ornamentais.html
Uma linda cacatua. Pixabay/Domínio Público.

Tranquilização


Para tranquilizá-la, movimente-se devagar e fala de maneira suave. Poderá levar vários dias antes que ela comece a se acalmar. Aproveite esse período para se familiarizar com os sinais da ave, tanto a "fala" como a linguagem corporal.


Pronto para começar


Quando a ave começar a tolerar sua presença perto da gaiola, sem ficar muito agitada, é hora de começar a adestrá-la. Por mais frustado que você possa ficar, é preciso sempre demonstrar-lhe como você está contente.

Tenha paciência


As sessões devem durar 15 minutos.Esse é o tempo máximo de concentração para um pássaro. Nunca bata em uma ave não importando o que ela possa fazer. Aves consideram a força uma ameaça. Paciência e gentileza são as únicas coisas às quais elas responderão.
Lembre-se! Para sua sua própria segurança, use luvas de couro para trabalhar com aves de tamanho médio, como os papagaios menores, e segure uma vareta para cacatuas e araras.

Vindo à mão


Comece com a mão dentro da gaiola, onde a ave se sente segura. Movimentando-se de modo lento e falando suavemente, conduza sua mão ou a vareta até a junção do peito com as pernas do pássaro.
Ele deverá pular para sua mão. Faça um afago. Com o tempo, puxe vagarosamente a mão com a ave para fora da gaiola. No início, ela poderá não querer ficar, mas seja paciente e continue o processo até que a ave fique tranquila em sua mão, fora da gaiola.

Veja também sobre os Canários belga neste link:

Para finalizar veja um vídeo do canal Homem do Campo, sobre Criação de aves ornamentais rende lucros para criador no PR.:

Comentários