A ordem dos insetos Orthoptera

Os ortópteros formam uma ordem de insetos cujos membros incluem os gafanhotos, grilos, esperanças, wetas e paquinhas.


Estima-se que está formada por um grupo de insetos que oscila entre 17.000 e 20.000 espécies, das quais umas 600 habitam na Europa. Sua distribuição mundial é equilibrada exceto nas regiões firas, como nos pólos, onde diminui à medida que deles nos aproximamos.
Seu desenvolvimento e metamorfoses são incompletos e são insetos de tamanho médio ou grande. Possuem fortes peças bucais trituradoras. As asas anteriores frequentemente são enrijecidas não sendo muito aptas para o voo; as patas traseiras, em muitos casos são propicias para o pulo.

Temos conhecimento de duas subordens desses insetos:

- Ensiferos: com antenas longas e delicadas, com ovopositor (órgão das fêmeas de muitos insetos localizado no abdômen usado para porem os ovos) com formato em estilete.

- Caelifera: com antenas curtas e ovopositor curto.

Agora vamos ver alguns exemplares da duas subordens:

Gafanhoto egípcio (Anacridium aegyptium)



Gafanhoto egípcio (Anacridium aegyptium). Pixabay/Domínio Público.

Tem olhos com listras verticais e um sulco no dorso. Não "canta", voo bem e alimenta-se de vários arbustos e árvores. A parte interna do fêmur posterior é cor-de-rosa, a tíbia é cinza-azulada com espinhas brancas. As ninfas são de cor verde ou marrom-alaranjado.



Nome científico: Anacridium aegyptium
Tamanho: 45 mm.
Habitat: lavouras

Esperança (Tettigonia viridissima)



Esperança (Tettigonia viridissima). Pixabay/Domínio Público.

Esta espécie é reconhecida por seu tamanho e pela listra marrom que tem na cabeça e no tórax. Pode voar bem, mas fica comendo no matagal a maior parte do tempo. Seu "canto" é alto e pode ser ouvido no fim da tarde e começo da noite.



Nome científico: Tettigonia viridissima
Tamanho: 55 mm.
Habitat: Moitas, arbustos e áreas acidentadas, com vegetações.

Grilo-toupeira (Gryllotalpa gryllotalpa)



Grilo-toupeira (Gryllotalpa gryllotalpa). Pixabay/Domínio Público.

Este grilo é escavador de túneis, com fortes patas anteriores. Alimenta-se principalmente de outros animais, mas come raízes e danifica as safras. As asas anteriores são curtas, enquanto as posteriores são desenvolvidas. Ele voa no início de noites quentes.



Nome científico: Gryllotalpa gryllotalpa
Tamanho: 45 mm.
Habitat: campos, terras cultivadas e relvas, com solo úmido.

Grilo da madeira (Nemobius sylvestris)



Grilo da madeira (Nemobius sylvestris). Fonte da imagem: Wikipédia.

A espécie ilustrada é uma fêmea com as asas anteriores curtas e divergentes. As assas anteriores do macho chegam até a metade do comprimento do abdome. É um inseto terrestre e não voa, alimentando-se de folhas mortas e fungos. É muito ágil e bom saltador. Seu canto suave não é ouvido facilmente de deia ou de noite.



Nome científico: Nemobisus sylvestris
Tamanho: 11 mm.
Habitat: bordas de florestas decíduas.

Gafanhoto migratório (Locusta migratoria)



Gafanhoto migratório (Locusta migratoria). Fonte da imagem: Flickr. Foto: Ettore Balocchi.

Há dois tipos: solitária e gregária. As espécies europeias são do tipo solitário e causam poucos danos às safras. O tipo gregário pode formar enormes enxames na África. O macho produz um som áspero durante a corte e está aqui ilustrado na imagem acima.



Nome cientifico: Locusta migratoria
Tamanho: 45 mm
Habitat: vegetação densa.

Para finalizar veja um vídeo do nosso canal BioOrbis, sobre Sons da Natureza para relaxar - pequenos GRILOS na floresta 🦗:


Comentários