A serpente boa-da-areia

A serpente boa-da-areia, é uma espécie de serpente não-venosa da subfamília Erycinae da família Boidae.

 https://curiosidadeanimal.bioorbis.org/2019/10/serpente-boa-da-areia.html
A serpente boa-da-areia (Eryx conicus). Fonte da imagem: reptarium.cz. Foto: Petr Balej.


Nome científico: Eryx conicus
Tamanho médio: 1 m.
Habitat: áreas desérticas e arenosas.
Distribuição: Sri Lanka, Paquistão e Índia.
Alimentação: roedores, aves e lagartos.
Reprodução: vivípara, até 11 filhotes por ninhada.

Essa espécie de boa é endêmica da Índia, Nepal, Bangladesh, Paquistão e Sri Lanka. Não há subespécies reconhecidas como válidas.

Características da boa-da-areia


Essas cobras tem os sinais mais atraentes desse gênero, com um padrão característico em ziguezague no dorso. As escamas são eriçadas. É uma cobra que em geral fica na toca durante o dia e tem atividade de caça a noite.



Os dentes anteriores superiores e inferiores são mais longos que os posteriores. A cabeça é coberta com pequenas escamas. O olho é pequeno com uma pupila vertical. As escamas dorsais são pequenas e com quilha. A cauda é pontiaguda, não ou muito pouco preênsil.



Na Índia , elas podem ser confundidas à primeira vista o píton indiano, Python m. molurus , ou a mortífera víbora-de-Russell, Daboia russelii.

Mimetismo da boa-da-areia


O padrão de cores da boa-da-areia em escala aproximada freqüentemente se assemelha ao da víbora-de-Russell altamente venenosa, que alguns herpetologistas acreditam ser um caso de mimetismo batesiano.

Para finalizar veja um vídeo do nosso canal BioOrbis, sobre 🐍 O que FAZER e o que NÃO FAZER se eu for picado por uma COBRA?:

Comentários